OPOSIÇÃO LEVA BÔNUS, PREFEITO FICA COM ÔNUS

OPOSIÇÃO LEVA BÔNUS, PREFEITO FICA COM ÔNUS

Vereadores aprovam projetos que criam despesas, mas  rejeitam proposta para suposta redução de gastos      Imagem: Clever Inácio -…

More...
REFIS DE QUINQUINHA É PERVERSO COM BOM PAGADOR

REFIS DE QUINQUINHA É PERVERSO COM BOM PAGADOR

Em tentativa quase desesperada de aumentar arrecadação, prefeito concede perdão de 100% a devedores do município A Câmara de Vereadores…

More...
QUINQUINHA TEM DUAS NOVAS CONDENAÇÕES POR IMPROBIDADE

QUINQUINHA TEM DUAS NOVAS CONDENAÇÕES POR IMPROBIDADE

Numa única sentença, juiz decreta duas novas perdas do cargo para prefeito de Manga >> Dispensa de licitação em contratos…

More...
ESTADO AUSENTE INSPIRA ANARQUIA NA BR-135

ESTADO AUSENTE INSPIRA ANARQUIA NA BR-135

Vândalos ateiam fogo em ponte de madeira sobre o rio Carinhanha na divisa de Minas com a Bahia Com  imagens…

More...
JUIZ CASSA MANDATO DE QUINQUINHA

JUIZ CASSA MANDATO DE QUINQUINHA

Prefeito de Manga fica inelegível por quatro anos sob acusação de improbidade no pagamento a empresa de sua propriedade O…

More...
FIM DO PRIMEIRO CAPÍTULO DA NOVELA

FIM DO PRIMEIRO CAPÍTULO DA NOVELA

Moro condena Lula a nove anos e seis meses de prisão no caso triplex Chega ao final as expectativas que…

More...
JUIZ GARANTE LIBERDADE DE IMPRENSA E EXPRESSÃO AO EDITOR DESTE 'EM TEMPO REAL'

JUIZ GARANTE LIBERDADE DE IMPRENSA E EXPRESSÃO AO EDITOR DESTE 'EM TEMPO REAL'

Justiça nega indenização por danos morais a uma filha do vice-prefeito de Manga  O vice-prefeito Luiz Fogueteiro e a filha…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

TRAVESSIA EM MANGA TEM NOVA EMBARCAÇÃO

No 10 Julho 2017.

Com custo de R$ 4,4 milhões, Balsa Califórnia tem capacidade para 65 veículos e oferece lanchonete a bordo

Motivo de reclamações dos usuários do sistema ao longo dos últimos meses, a travessia sobre o Rio São Francisco entre Manga e Matias Cardoso, no extremo Norte de Minas, terá um reforço a partir desta terça-feira (11/7). A empresa concessionária do serviço, a Navegação Confiança, de Belém do Pará, começa a operar a Balsa Califórnia, com capacidade para transportar até 65 veículos simultaneamente.

A embarcação conta com serviço inédito de lanchonete a bordo e tem espaço para acomodar 196 passageiros em seus dois pavimentos, metade deles sentados, com vagas reservadas para portadores de necessidades especiais, idosos e grávidas, e a outra metade em pé.

A embarcação tem 54 metros de comprimentos por 12,5 de largura, com porte bruto de 622 toneladas e área útil superior a 600 metros quadrados em sua estrutura de dois andares. O diferencial da Balsa Califórnia serão os serviços de bordo oferecidos por uma lanchonete no segundo andar, onde os passageiros deverão ser instalados com mais segurança durante o tempo da travessia.

Segundo a Navegação Confiança, o investimento na embarcação foi da ordem de R$ 4,4 milhões, valor eu incluí o custo da plataforma da balsa, construída em estaleiro do próprio armador, além do rebocador e motor de propulsão. A travessia entre Manga e Matias Cardso passa a contar agora com três balsas. A chegada da Califórnia deve contribuir para a melhoria na prestação do serviço, que tem sido alvo de críticas por parte dos usuários desde que a empresa paraense assumiu a concessão, há pouco mais de um ano.

Sinais trocados

A Navegação Confiança foi a única empresa a participar da licitação lançada pela Secretaria de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop), no segundo semestre de 2015, já no governo do petista Fernando Pimentel. Antes disso, a Setop tentou licitar a travessia, ainda durante o mandato do ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), mas não houve interessados no negócio, nem mesmo entre as seis empresas que atuavam no local naquela ocasião.

A concessão do serviço da travessia em Manga tem prazo previsto de 15 anos e vai até 2033, com potencial de geração de receitas da ordem de R$ 115 milhões durante o período. O governo de Minas, no entanto, dá sinais contraditórios em relação ao assunto.

Na semana passada, a Setop se posicionou de forma contraditória ao liberar o valor de R$ 2,4 milhões para a elaboração do projeto de engenharia da ponte sobre o Rio São Francisco, entre os municípios de Manga e Matias Cardoso. A vencedora da licitação realizada pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG), foi a empresa Enecon - Engenheiros e Economistas Consultores, com sede em Belo Horizonte.

O projeto deve ficar pronto daqui a oito meses, mas o governo de Minas não tem dotação orçamentária para realizar a obra. A conclusão do projeto-executivo não garante a execução da obra da ponte, que depende ainda de previsão orçamentária dos recursos para efetivamente sair do papel. A decisão do governo estadual em autorizar o projeto básico, entretanto, é um passo importante para a concretização desse sonho que agora mobiliza lideranças de toda região, sob a liderança de autoridades ligadas ao Judiciário e o Ministério Público local, numa espécie de concertação suprapartidária em favor da ponte.

Se, e quando a ponte for construída, a concessão para a Navegação Confiança perde o objeto e validade.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar